Assistência 24H 917 258 677
Chamada para a rede móvel nacional Telefone 244 026 907Chamada para a rede fixa nacional
 
Sugestões:

Comunicados

Fábricas de Madrid e Valladolid da IVECO recebem “Estrela Lean & Green” pelas reduções em termos de pegada de carbono
A “Estrela Lean & Green” certifica os feitos alcançados pelas duas unidades fabris no domínio da redução da pegada de carbono em 20% num período de cinco anos, após terem abraçado o programa “Lean and Green” em 2016.

Este reconhecimento representa um novo passo em frente rumo ao objetivo da IVECO de descarbonização do transporte comercial através da sua estratégia de sustentabilidade.


Castanheira do Ribatejo, 17 de novembro de 2022

As fábricas da IVECO de Madrid e Valladolid foram premiadas pela Associação de Fabricantes e Distribuidores (AECOC) com a “Estrela Lean & Green”, fruto da redução das respetivas pegadas de carbono. As duas fábricas inscreveram-se no programa “Lean and Green” em 2016, tendo dado início a um Plano de Ação para redução das emissões de CO2 e minimização do impacto dos processos logísticos nas emissões de gases com efeito de estufa, visando reduzir a sua pegada de carbono em 20% num período de cinco anos.

A “Estrela” atribuída pela “Lean & Green” – a maior plataforma da Europa especificamente destinada a reduzir as emissões em toda a cadeia de fornecimento – certifica que as duas fábricas cumpriram este compromisso. Esta conquista representa um contributo tangível para o objetivo da IVECO de alcançar a neutralidade carbónica em toda a sua cadeia de valor, bem como um passo significativo na sua abrangente estratégia de sustentabilidade.

A fábrica de Madrid tem a responsabilidade pela produção de toda a gama de veículos pesados da IVECO para os mercados globais, contando com uma mão-de-obra de 2.850 colaboradores. A unidade de Valladolid emprega cerca de 1.000 pessoas e fabrica o veículo comercial ligeiro Daily, nas versões chassis-cabine e Hi-Matic. Além disso, é também responsável pelo fabrico e pintura das cabines para a produção das gamas pesadas da fábrica de Madrid.

As medidas de redução da pegada de carbono implementadas nas duas fábricas envolveram emissões diretas (Âmbito 1), emissões indiretas (Âmbito 2) e eficiência dos transportes (Âmbito 3), afetando a maioria dos processos produtivos. Algumas das ações implementadas advieram de ideias recolhidas entre os trabalhadores de ambas as fábricas.


As medidas de Âmbito 1 e 2 focaram-se na redução local em termos de consumo de gás natural e de eletricidade, envolvendo ações com projetos de energia fotovoltaica, instalação de recuperadores de calor nos pós-combustores, geração de energia foto-térmica e diversificação na produção de aquecimento.


As atividades de Âmbito 3 incluíram, entre outras, a otimização das denominadas rotas ‘milk run’ de modo a permitir uma carga completa por camião, o desenvolvimento de novos modelos de contentores para otimização do processo de carga, utilização da tecnologia RFID para melhorar os inventários e a redução dos transportes expressos desnecessários.